OpiniãoPlaystationXbox

Xbox Live e PSN podem estar ficando Obsoletas

Em 2002 nasce o conceito de Rede Gamer nos moldes que temos hoje com a Xbox Live, a Microsoft acertou em cheio na ideia que foi tão popular quanto seu jogo mais aclamado da época Halo, 4 anos depois a Sony resolveu entrar no “jogo” e nascia em 2006 a Playstation Networks para os mais íntimos PSN e ninguém duvidou do sucesso, claro, fazia todo sentido estávamos iniciando o conceito que hoje é conhecido como Smart Devices, dispositivos conectados a serviços online que expandem a sua funcionalidade, além disto representava a era do multiplayer nos consoles, algo que já existia a um bom tempo no PC mas nunca tinha sido organizado, quem ficava procurando servidores particulares de CS pelo Mundo que o diga.

Fazia Sentido e era Vantajoso

Bom vamos lá, você tinha possibilidade de jogar online, com servidores organizados, mensagem de texto gratuita (e para quem lembra do SMS isso era uma grande vantagem), melhor ainda você poderia ouvir e falar com seus amigos “Grátis”, também colocaram umas coisas inúteis mais incrivelmente legais como avatares da Xbox Live, eu me lembro que cheguei até comprar roupas para ficar mais legal e único. Então você achou que era tudo, certo? Errado, pois tudo que você mais sonhava agora era real “Jogos Grátis” mensalmente em sua conta que começou como sendo seus e depois virou uma especie de refém de assinatura enquanto pagar o resgate ele fica com você, mas mesmo assim eram jogos “Grátis”, falando em jogos, descontos exclusivos para assinantes, uma especie de pague para pagar menos que fazia sentido pois promoções eram mosca branca na época, valia a pena pagar por isso, e não estou sendo sarcástico valia realmente a pena porque era condizente com a oferta de serviços ao redor, ou seja, qualquer conjunto de aplicativos com os mesmos benefícios sairia mais caro, e o comportamento do player e industria da época eram bem diferentes.

Perdeu o Sentido e ficou Estranho

Então você acordou e era 2018 e vamos olhar para as Redes Gamers e tudo que elas evoluíram bem como os serviços ao redor delas, vamos primeiro com o social, é fato que os serviços de voz melhoraram muito e diminuíram consideravelmente a latência igualzinho o Whatsapp que é gratuito, tem possibilidade de Vídeo Conferencia, troca de arquivos e muito mais, a própria microsoft acoplou o Skype em seu console que faz tudo o que a rede Xbox faz no quesito comunicação indo alem, com vídeo conferencia, acesso a pessoas fora da rede Xbox e de graça, e como se não fosse bastante agora também temos o Discord que é Grátis.

Social ou Banal?

Saindo da comunicação vamos para o social, nos últimos anos vem crescido bastante a integração social nas redes Gamers, temos comunidades, campeonatos e podemos até criar eventos de campeonatos, o ponto de ligação com e-sports podemos sim ver uma vantagem e inovação isso é inegável, agora olhando para as comunidades e grupos uma simples integração com o Facebook envolvendo mais que login ou postagem em seu time-line poderia ser bem mais satisfatório, pense bem, gerenciar seu grupo de Facebook Gamer dentro de seu console e as pessoas interagirem qualquer hora do dia mesmo que não estiverem jogando, sem precisar de usar um app lento e doloroso como é o do Xbox e do Playstation para celular, melhor ainda oportunidade de outras pessoas se integrarem a sua comunidade já que convenhamos o algoritmo do Facebook é bem melhor que das redes gamers e tudo integrado ao que você tem controle, seu perfil, seus amigos, paqueras e de graça.

Falta Utilidade para a Inutilidade

Coisas inúteis que valem a pena os avatares da Xbox Live, agora não mais sozinhos, dividindo a vontade do player em ser único com as milhares microtransações e personalizações de personagens dentro do jogos, convenhamos no xbox 360 tínhamos até jogos que usavam nossos avatares agora é só uma peça de perfil e entre personalizar seu Avatar ou seu personagem preferido de Fortinite me responda quem vence?

Pagar para Descontar não da mais para se Gabar

Descontos para quem paga para ter descontos, este nunca foi 100% aceitável em uma linha logica de raciocínio, mas em terra sem promoção quem tem Live ou PSN é rei, no entanto, algo aconteceu, as promoções fora dos assinantes começaram a ficar mais constantes, isso porque esta geração arrebentou em ports de PC, por conta da arquitetura X86 aliado ao fator Indie em massa, não esquecendo a retrocompatibilidade do Xbox e os Remakes do PS4 que pode fazer as produtoras vender novamente seus títulos antigos em grandes promoções e tudo isso competindo com mídia física que em muitas vezes sai mais barata que a própria promoção das redes, claro tem seus dias de vitoria mas estes de longe não são todos os dias como era antes.

É Grátis igual injeção

Jogos Grátis, a quem diga que são “Brindes” mas brindes são dados por livre espontânea vontade fora de um compromisso, se esta atrelado explicitamente em um contrato de serviço como parte integrante do produto não é brinde é beneficio da assinatura e estes viraram um caso sério, de um lado vemos um fardo para as empresas, mês a mês uma negociação com alguma publisher em busca de um licenciamento viável para as milhões de licenças distribuídas, do outro o player que em grande parte das vezes fica descontente, seja por não gostar do jogo ou simplesmente já ter comprado pois os jogos AAA nos serviços em geral são frutos de negociação e demoram muito para aparecer, claro assim como descontos tem seus dias de glória, mas cada vez menos gloria. Sim temos uma margem satisfeita os players de entrada mas estes daqui uns 2 anos estarão como os que entraram 2 anos atrás frustrados ou simplesmente ignoraram o beneficio.

Auto Destruição

Por fim como se não bastasse, temos os serviços de aluguel presente nas duas redes embora do lato do PS4 somente 12 países são atendidos pela PSNow, tiramos como base então o Game Pass que funciona no Brasil uma assinatura que anual chega a R$ 300,00 fora de promoção mas te da acesso a + de 100 jogos incluindo lançamentos exclusivos no valor de R$ 250,00 cada, neste quesito nem precisa fazer conta alguma para mandar os jogos Gold para 💀💀💀💀💀

Mudar é Preciso

Bom nos sobra apenas como vantagem servidores organizados e livres de trapaça, organização de eventos e armazenamento em nuvem de save games, se bem que este poderia ser substituído facilmente por um app do One Drive ou Google Drive que até certo ponto de GB é de graça. O fato é para a próxima geração os benefícios e valores das Redes Gamers tem de ser reestruturados para atender a necessidade atual do player, liberando ele no que não se depende mais da rede e criando recursos atraentes que voltem a fazer sentido como era em 2002 e 2006.

Eu sou Gotikozzy e até a Proxima!

Mostre Mais

gotikozzy

Gotikozzy é amante e entusiasta de tecnologia e Games desde criança, formado em Engenharia de Software trabalhou 20 anos na área de TI, cansou e virou Youtuber e agora também fica pagando de Editor, é conhecido por falar mais rápido do que você possa entender

Um Comentário

  1. Eu uso plus e gold simplesmente para coleção, mas como os jogos nunca irão ser meus, é mais ou menos como um empréstimo, nem dou muita atenção a eles, dificilmente os uso! Por mim, o serviço não precisaria “dar” esses jogos! Prefiro os serviços de alugueis de jogos, poderiam juntar mesmo os serviços onlines a eles!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close