DestaqueOpinião

Phil Spercer flerta com a Bungie

Em um Tweet do Phil Spencer (Chefe da divisão Xbox e da Microsoft Studio) ele deixa bem claro o seu “flerte” para a desenvolvedora Bungie, que se tornou mundialmente famosa com o desenvolvimento dos jogos Halo e Destiny.

tradução:


Ansioso para um futuro muito brilhante trabalhando com um dos meus estúdios independentes favoritos em uma das minhas franquias favoritas.
Animado para ver como eles continuam a crescer e evoluir o Destino.

tradução:

Obrigado Phil. Estamos elogiados pelas suas palavras.

Talvez um novo futuro

Seria esse, talvez um novo começo para Bungie e Microsoft? Como escrevi na matéria “Bungie diz Adeus a Activision” a Bungie trabalhou como subsidiária da MS no período de 2000 à 2007, dedicando-se a produção de Halo (jogo exclusivo do Xbox) entre 2001 à 2010. Ela é responsável pela produção do Halo Reach (entre outros), um dos únicos Halo a realmente dar certo sem o protagonista Master Chief.

Vamos teorizar um pouco

Com o Halo Reach a Bungie nos demonstra uma certa inclinação a franquia querer abandonar o protagonista da série, o que não seria tão ruim, já que ela deixou bem claro para o publico o quanto isso poderia ser uma vantagem. Mas como a Desenvolvedora acabou se tornando independente passou a se dedicar a produção do seu jogo Destiny. E se você, assim como eu jogou os dois jogos, sabe bem, que as historias acabam se cruzando e tendo muitas coincidências. Seria talvez, Destiny uma continuação de como seria Halo após a morte ou o sumiço de de Master Chief?

Master Chief e Viajante

Master Chief é um soldado guardião da Cortana (A.I. que fica em seu capacete). Ele não só luta pelo bem do seu A.I. mas como também ao longo de vários jogos pela Humanidade, sendo ele um super soldado. Assim virando uma verdadeira lenda não só na historia do game, como também entre os fans

Em Destiny, no inicio do jogo o Viajante da a entender ser uma pessoa e não esta enorme bola no céu. É dito diversas vezes que antes do Viajante (ao que parecia ser uma verdadeira lenda) sumir criou os Fantasmas (uma especie de AI ) para continuar o seu trabalho ao lado dos Guardiões.

Cortana vs Fantasma

Em Halo, Cortana que muitas vezes deixou muito bem claro que foi ela que escolheu Master Chief para ser seu guardião já que ela tinha muitas informações sobre a humanidade, das quais se caísse em mãos erradas tudo podia estar perdido, assim ela escolheu o soldado mais forte.

Já em Destiny, o Fantasma, no primeiro jogo inicia procurando alguma coisa em uma terra completamente devastada por conta da guerra, onde sua procura termina quando ele encontra você (jogador) morto e com a Luz te ressuscita, o Fantasma também diz que tem certeza que escolheu certo, o mais forte.

Flood e Simbiontes

Em Halo, os Floods são parasitas, organismos com o único objetivo de crescer e se reproduzir, consumindo as formas de vida, ou seja transformando o inimigo e o deixando mais poderoso.

Em Destiny temos os Decaídos que trabalham na investigação e na tentativa de compreender a Siva ela começou a se transformar.Os Decaídos transformaram-se em Demônios Simbióticos que a enxergava como deus, ou seja, consumindo seus corpos e deixando mais forte.

Engine do Destiny é a do Halo Reach

Como dito em cima, a desenvolvedora em seu ultimo trabalho para a franquia Halo, foi o Reach que acabou carregando seu core para Destiny. Como a Bungie queria colocar o seu jogo em consoles, não pareceu uma boa ideia recriar tudo e ter um trabalho em dobro, ou seja, Halo Reach estava la, pronto. Acabaram usando a Engine como base, conforme informado pelos desenvolvedores na HandmadeCon 2016, mas claro que melhorado e apropriado para o novo jogo, incluindo transformar a engine em multiplataforma, que em Destiny 2 já deve ter havido tantas modificações que provavelmente nem é mais possível identificar Halo dentro da engine, mas de alguma forma, ele está lá, nos consoles e pc.

Mesmo a Bungie negando todas as evidencias e dizendo que Destiny nada tem haver com Halo, eles se parecem…

Será que agora com a desenvolvedora ampliando os seus horizontes e se tornando uma publisher vai voltar com outros jogos sob a contratação da Microsoft na divisão Xbox?

Mostre Mais

Satie

Satie é viciada em Cultura Pop, Redes Sociais, Livros e seu foco é não fazer nada, estudou Artes Plasticas e Ciências da Computação, tudo isso para montar uma Família e ficar em casa, é produtora do canal Detonando Gueek o que prova que seus planos de não fazer nada foram para o espaço.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Close
Close